Chefe da Mercedes pede desculpas por entregar carro ruim para Hamilton



Lewis Hamilton, heptacampeão da Fórmula 1, teve um final de semana para esquecer na Itália. O piloto da Mercedes conseguiu um tempo para largar apenas em 14º e só terminou a corrida em 13º porque Esteban Ocon, da Alpine, levou 5 segundos de punição e perdeu posições após o fim do GP da Emilia-Romagna — que foi vencido por Max Verstappen, da Red Bull Racing.

Após a bandeira quadriculada, Toto Wolff, chefão da Mercedes, enviou uma mensagem pelo rádio para o piloto britânico se desculpando pelo carro que a equipe alemã entregou para Hamilton para esta corrida.


COMENTÁRIOS