Aumenta o número de violência doméstica em Laguna Carapã


Por Da redação

O município de Laguna Carapã, apresentou um aumento nos registros de violência doméstica, foram 12 casos de agressão contra mulheres Lagunenes em 2019, no período de Janeiro a agosto. Foram 7 casos de lesão corporal, 4 casos de ameaças e um por importunação sexual. O aumento foi de 50% nos atendimentos se comparados a 2018 quando foram apenas 6 registros, considerando um levantamento exclusivo feito pelo Laguna Informa, com base em dados da Secretaria de Estado de Justiça Segurança Público (SEJUSP),via SIGO.

A Lei Maria da Penha completou, nesta última quarta-feira (7), 13 anos. Nos últimos três anos, o feminicídio matou 12 mil mulheres e quase 900 mil pediram medida protetiva em todo o Brasil.

A lei “cria mecanismos para coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher, nos termos do art. 226 da Constituição Federal, da Convenção sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra as Mulheres e da Convenção Interamericana para Prevenir e Punir a Violência contra a Mulher; dispõe sobre a criação dos Juizados de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher; altera o Código de Processo Penal, o Código Penal e a Lei de Execução Penal; e dá outras providências”.

Fatos mais recentes em Laguna

Vila Sossego.

Um Jovem tentou matar a própria mãe dando uma paulada em sua cabeça, esse caso ocorreu no mês passado na Vila Sossego, o filho acabou preso em fragrante.

Centro.

Outro caso que chamou atenção, foi uma denúncia feita por uma pessoa ao 180, Central de Atendimento à Mulher dos Direitos Humanos em Brasília, que relatou que viu o homem, o próprio marido, agredindo sua mulher, esse caso foi registrado em abril.

Em nível nacional, inclusive, neste mês, vêm ocorrendo várias divulgações nos canais de Tvs, dos números que devem ser usados para denunciar uma agressão, uma das campanhas explica que não fazer isto é ajudar o agressor.

Quase todos os casos de ameaça e lesão corporal contra mulheres Lagunenes, tem bebida alcoólica envolvida e isso não mudou com relação aos anos anteriores. O Laguna Informa já vem há três anos fazendo essas estatística.   

Outro dados interessantes demonstram que os casos foram mais no centro da cidade que teve 5 registros, já na periferia da cidade, teve queda, no Bairro Nossa Senhora Aparecida, foram 4 registro, na Monte Alegre, Vila Sossego e Nossa Senhora de Cacupé tiveram um registro cada.   As histórias de violência doméstica de nossa cidade podem juntam-se a milhares de outras que acontecem no Estado e no Brasil, mas muitas só podem ser contadas por quem ficou com a saudade, porque acabaram em mortes.

Campanha “Agosto Lilás”

Como todos os anos a Secretaria de Assistência Social, vai realizar uma campanha de conscientização à população de Laguna Carapã, sobre os tipos de violência domésticas, o direito das mulheres e, sobretudo, a necessidade de qualquer tipo de violência contra a mulher.

  • Dia 10 de Agosto de 2019 – ás 19:00 horas, no Ginásio de Esportes “Agenor Nava”, acontecerá a abertura do Terceiro Torneio de Futsal e Voleibol, em Parceria com o Departamento de Esporte.
  • Dia 20 de Agosto de 2019 – às 08:00 horas, haverá uma Palestra com a Assistente Social Barbara Nicodem, coordenadora do CRAS e Indígenas das Aldeias Rancho Jacaré e Guaimbé.
  • Dia 23 de Agosto de 2019 – ás 08 :30 horas, Palestra com a Sargento Gleice Aguilar dos Santos, do projeto “Mulher Segura”, no Centro Social do Idoso “Olintho Cassol”.

COMENTÁRIOS


  • Pax Primavera10
  • Dinâmica e solução tecnologias9