• Câmara Municipal2
  • Dinamica3

Suplente assume como deputado no recesso, terá salário 'gordo' e aparece sorridente em vídeo


Por Dourados News

O suplente de deputado federal Júnior Coringa (PSD) foi empossado ontem (2) pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), na vaga de Luiz Henrique Mandetta (DEM), que assume a Saúde no governo Jair Bolsonaro (PSL). 

Em vídeo divulgado ainda ontem a noite na rede social, dentro do gabinete em Brasília, o parlamentar, todo sorridente, garantiu que irá surpreender o eleitor sul-mato-grossense.

Coringa terá apenas 30 dias de mandato com a Câmara Federal praticamente inativa pelo recesso, porém, com direito a salário de R$ 37 mil no período, além de outros benefícios parlamentares. 

Ao assumir a vaga de Mandetta, Coringa terá todos os privilégios, só que sem sessão e sem a rotina cotidiana de um parlamentar em dias de atividade política.

Na publicação feita em rede sociais, Júnior Coringa se compromete a protocolar projetos de lei que beneficiem o Brasil. Como não ocorrem sessões durante o recesso, o deputado pretende entregar ao partido para que seja dado prosseguimento. 

OUTRO CASO

Um caso semelhante, mas que teve rumos diferentes, foi do deputado estadual eleito Marçal Filho (PSDB). O douradense é suplente de Geraldo Resende (PSDB), que foi licenciado para assumir a Secretaria de Saúde no governo de Reinaldo Azambuja (PSDB), e poderia também ter assumido a cadeira do colega tucano na Casa de Leis brasileira.

Só que diferente de Coringa, Marçal classificou o mandato ‘tampão’ não como oportunidade e sim como ‘faz de conta’. Em entrevista ao Dourados News na semana passada, o radialista, que já teve mandato na Câmara, afirmou que durante esse período nada funciona na Capital Federal. 

“Apesar de legal, isso é imoral. Não vou aceitar esse faz de contas. Estaria de férias por um trabalho que não fiz, recebendo dinheiro público”, disse à reportagem publicada no dia 28.

O prejuízo aos cofres públicos para posse desse tipo de mandato pode chegar a cerca de R$ 100 mil – incluindo salário, verbas de gabinete e auxílio mudança. 


COMENTÁRIOS


  • Pax Primavera10
  • Dinâmica e solução tecnologias9