Délia exonera cinco secretários de uma só vez e inicia reforma administrativa


Por Dourados News

A reforma administrativa na prefeitura de Dourados começou a todo vapor e, apenas nesta segunda-feira (17/12), cinco cargos que faziam parte do alto escalão do governo Délia Razuk (PR) tiveram troca de comando, conforme aponta o Diário Oficial do Município. 

As secretarias de serviços Urbanos, Saúde, Assistência Social, Obras Públicas e Governo, terão outros nomes a partir de agora. 

Como informado anteriormente pelo Dourados News, o juiz aposentado Celso Schuc, que atuou na coordenação de campanha de Délia, em 2016, assume no lugar de Patrícia Donzelli Bulcão na Secretaria de Governo. 

Ela será lotada no Gabinete da Prefeita, ocupando cargo DGA-1, um dos maiores em termos salariais. 

Já Joaquim Soares deixa a pasta de Serviços Urbanos e em seu lugar foi nomeada interinamente, Walkiria Rebeque Cevada Pansera. Outra secretaria que ainda não havia sido mexida, a Saúde, vê a saída de Renato Vidgal. O adjunto Wagner da Silva Costa fica no posto deixado por ele. 

Landmark Ferreira Rios acabou exonerado da Assistência Social. Assume de forma temporária Maria Francisca Silveira de Alencar.

Já a Secretaria Municipal de Obras Públicas vê a saída de Tahan Sales Mustafá e a entrada, interinamente, de Carlos Francisco Dobes Vieira, que também comanda Planejamento.  

A Funed (Fundação de Esportes de Dourados), que não tem status de secretária também terá troca de comando. A fundação tinha até hoje Jânio César da Silva Amaro como diretor e deve passar a integrar a Educação com a fusão de algumas pastas.

O secretário Municipal de Educação, Upiran Gonçalves, acumulará a direção da Funed como interino, por enquanto. 

Disposição 

Hoje (17/12) pela manhã, todos os secretários colocaram o cargo à disposição de Délia Razuk (PR) durante reunião realizada no gabinete da prefeita, no CAM (Centro Administrativo Municipal).

Conforme apurado pelo Dourados News, a medida se faz pelo projeto de reestruturação organizacional da prefeitura, fazendo diminuir, se possível, cinco das 12 pastas que compõem atualmente o governo município. 

“A ideia é ajustar a máquina administrativa, adequando-a à realidade financeira e política do município. Temos dois anos ainda pela frente precisamos preparar o município para o futuro. Daí a necessidades de mudanças”, disse a prefeita.

Atualmente o ‘desenho’ estrutural do município conta com Administração, Educação, Saúde, Agricultura Familiar, Desenvolvimento Econômico e Sustentável, Planejamento, Cultura, Obras Públicas, Fazenda, Governo, Assistência Social e Serviços Urbanos. 


COMENTÁRIOS


  • Dinâmica e solução tecnologias9
  • Pax Primavera10