• Câmara Municipal2
  • Dinamica3

LISTA: 14 alvos tiveram prisão decretada na Operação Vostok por Felix Fischer, do STJ


Por Midiamax

Foto: Marcos Ermínio

A Operação Vostok, deflagrada nesta quarta-feira (12) pela Polícia Federal, cumpre 14 mandados de prisão temporária determinadas pelo ministro Felix Fischer, do STJ (Superior Tribunal de Justiça). Entre os alvos estão o filho do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e o deputado estadual Zé Teixeira (DEM).

A lista a que o Jornal Midiamax teve acesso é parte do despacho do ministro, que autorizou as prisões.

Estão entre os alvos da Operação Vostok em MS:

  • Rodrigo Souza e Silva – filho de Reinaldo
  • Ivanildo da Cunha Miranda – pecuarista, empresário e delator
  • João Roberto Baird – empresário dono de empresa de informática
  • Jose Ricardo Guitti Guimaro – conhecido como Poloco e corretor de gado
  • Antonio Celso Cortez – empresário dono de empresa de informática
  • Elvio Rodrigues – pecuarista
  • Francisco Carlos Freire de Oliveira – nome apontado como emissor de notas frias
  • José Roberto Teixeira – deputado Zé Teixeira
  • Marcio Campos Monteiro – ex-deputado e conselheiro do Tribunal de Contas
  • Miltro Rodrigues Pereira – pecuarista
  • Nelson Cintra Ribeiro – ex-presidente da Fundação de Turismo do Estado
  • Osvane Aparecido Ramos – ex-prefeito de Dois Irmãos e ex-deputado estadual
  • Rubens Massahiro Matsuda – empresário
  • Zelito Alves Ribeiro – pecuarista e coordenador regional da Casa Civil

De todos os mandados de prisão, 12 já teriam sido cumpridos e dois segue em aberto, o que trata do filho de Reinaldo, Rodrigo Souza e Silva e o empresário João Baird. A expectativa é que Rodrigo se apresente na sede da Polícia Federal durante a tarde, o governador Reinaldo deve acompanhar o filho.

Operação

A Polícia Federal divulgou que aproximadamente 220 policiais federais cumprem 41 mandados de busca e apreensão e 14 mandados de prisão temporária, no âmbito da Operação Vostok, em Campo Grande, Aquidauana, Dourados, Maracaju, Guia Lopes de Laguna, e no município de Trairão, no Estado do Pará.

Além destes, também foram cumpridos outros três mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Estadual do Mato Grosso do Sul, pedidos pelo MP-MS (Ministério Público Estadual), de ações, que segundo a PF, têm o mesmo objeto ligado aos fatos investigados em âmbito federal.


COMENTÁRIOS


  • Dinâmica e solução tecnologias9
  • Pax Primavera10