• Câmara Municipal2
  • Dinamica3

Em jogo com muitos gols, França derrota a Croácia e conquista o bicampeonato da Copa

Conquista faz Deschamps igualar feito de Zagallo e Beckenbauer


Por O dia

França fatura o bicampeonato mundial - AFP

Rússia - A revanche da semifinal de 1998 terminou com nova vitória francesa. Em Moscou, a equipe liderada por Didier Deschamps derrotou a Croácia por 4 a 2 e conquistou pela segunda vez na história a Copa do Mundo. Com o resultado, o treinador francês se igualou a Zagallo e a Beckenbauer que conquistaram títulos como jogador e técnico.

O primeiro tempo começou agitado. A Croácia com uma proposta mais ofensiva, mas quem abriu o placar foram os franceses. Aos 17 minutos, Griezmann cobrou falta e o atacante Mandzukic desviou contra o próprio patrimônio.

O gol não deixou os croatas desanimados. Dez minutos depois, Perisic recebeu dentro da área, fintou a zaga francesa e fez um belo gol deixando a final empatada. 

Sumido nos mata-matas da Copa do Mundo, o árbitro de vídeo foi determinante na decisão. Aos 35 minutos, o VAR foi utilizado pelo argentino Nestor Pitana para marcar penalidade de Perisic. Na cobrança, Griezmann fez o segundo gol para a seleção francesa.

Na segunda etapa, o futebol francês deslanchou. Pogba lançou Mbappé, o atacante foi no fundo e cruzou, Griezmann ajeitou e Pogba apareceu para finalizar, sem chances de gol para o goleiro Subasic. E ainda sairia o gol do garoto. Hernández fez bela jogada pela esquerda e rolou para Mbappé marcar.

O goleiro Lloris ainda cometeu uma falha inacreditável ao tentar driblar Mandzukic, o atacante croata roubou a bola e diminuiu. Os croatas ainda tentaram reduzir os danos, mas acabaram não conseguindo ter forças para buscar uma virada histórica.

FICHA TÉCNICA

FRANÇA 4 x 2 CROÁCIA

Local: Estádio Luzhniki, em Moscou

Árbitragem: Nestor Pitana (ARG)

Público: 78.011

Cartões Amarelos: Kanté, Hernandez e Vrsaljko

Gols: Mandzukic (contra), aos 18, Ivan Perisic, aos 27, e Griezmann, aos 37 minutos do primeiro tempo; Pogba, aos 14, e Mbappé, aos 19, e Mandzukic, aos 24 minutos do segundo.

FRANÇA - Lloris; Pavard, Varane, Umtiti e Hernandez; Kante (Nzonzi), Pogba, Matuidi (Tolisso), Griezmann e Mbappé; Giroud (Fekir). Técnico: Dider Deschamps.

CROÁCIA - Subasic; Vrsaljko, Lovren, Vida e Strinic (Pjaca); Brozovic, Rakitic, Perisic, Modric e Rebic (Kramaric); Mandzukic Técnico; Zlatko Dalic.


COMENTÁRIOS


  • Dinâmica e solução tecnologias9
  • Pax Primavera10