• Câmara Municipal2
  • Dinamica3

MS já contabiliza 23 mortes por gripe em 2018

Boletim epidemiológico foi divulgado nesta quinta-feira (12), pela Secretaria de Estado de Saúde


Por Dourados News

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) divulgou hoje (12), o boletim epidemiológico da Influenza em todo o Mato Grosso do Sul, constatando que em uma semana, o número de mortes passou de 20 para 23, e notificações subiram de 645 para 685, ou seja, 40 casos no mesmo período.

A cidade onde os casos são maioria é Campo Grande, quando até o dia 2 apontava sete óbitos e agora somam nove.

Os tipos que mais tem feito vítima são o H1N1 e H3N2, com nove cada, seguido pela Influenza A não subtipado com três mortes, nos munícipios de Costa Rica, Coxim e Três Lagoas. Já os óbitos causados pela influenza B, são dois.. 

Além de Campo Grande, as cidades com vítimas da H1N1, são Alcinópolis, Chapadão do Sul, Costa Rica, Coxim, Nioaque e Fátima do Sul. H3N2 subiram para sete na Capital, uma em Aquidauana e Naviraí. 
Dourados não tem casos confirmados da doença até o momento, mas tem 13 notificações e um confirmado. 

Ainda de acordo com o a SES, os mais atingidos são idosos, pacientes de doença cardiovascular crônica e pacientes de diabetes mellitus.

A gripe é uma doença respiratória causada pelo vírus influenza que provoca febre, tosse, dor de garganta, dores no corpo e mal estar. 

A maior gravidade da infecção pelo vírus são as complicações como pneumonias, dificuldades respiratórias que podem levar à internação e até mesmo ao óbito.


COMENTÁRIOS


  • Dinâmica e solução tecnologias9
  • Pax Primavera10