• Câmara Municipal2
  • Dinamica3

PSDB deixa convenção para véspera da data limite; PDT e MDB fazem no mesmo dia

Tucanos devem anunciar vice na convenção


Por Midiamax

A disputa acirrada por legendas aliadas faz com que os partidos só anunciem suas coligações perto do fim do prazo estipulado pela Justiça Eleitoral, que é dia 5 de agosto. Com início no dia 20 de julho, as convenções em Mato Grosso do Sul serão realizadas nos extremos do prazo: a do PDT, do pré-candidato Odilon Oliveira, no dia 21 de julho e a do MDB, de André Puccinelli, na mesma data.

Já os tucanos deixarão o mistério do vice e segunda vaga ao Senado para a véspera da data-limite: 4 de agosto, mas ainda sem local e horário definidos. Entretanto, com os anúncios adiantados do MDB e PDT, não ficará difícil apontar com quem o PSDB fechará alianças.

Marcar a data também significa fazer com que indecisos como o DEM e PSD escolham e anunciem se terão candidatura própria, ficarão livres para apoiar quem quiserem ou se definem aliança somente em possível segundo turno.

Até lá, os partidos prometem segredo até mesmo sobre os vices. Questionado se Puccinelli havia conseguido alguém de Dourados para compor chapa, o deputado estadual Paulo Siufi desconversou. “Será anunciado na convenção”.

Entre os tucanos, o mistério é o mesmo. “Até na véspera da convenção tudo pode mudar”, analisou o deputado Rinaldo Modesto.

Datas

A convenção do PDT-MS acontece no dia 21 de julho, às 9h, na Rua Abrão Julio Rahe, 2.399, em Campo Grande. A do MDB acontece às 8h30 na Nipo Brasileira, que fica na Avenida Ministro João Arinos, 140.

A do PSDB acontece no dia 4 de agosto, com local e horário ainda a serem definidos.


COMENTÁRIOS


  • Pax Primavera10
  • Dinâmica e solução tecnologias9