• Câmara Municipal2
  • Dinamica3

Saque do abono de 2016 acaba nesta sexta; PIS/Pasep extra é suspenso

Mais de 2 milhões de trabalhadores ainda não haviam retirado o benefício anual; primeira fase da liberação das contas inativas para quem trabalhou entre 1971 e 1988 também termina no dia 29


Por destakjornal

Termina nesta sexta-feira (29) o prazo para sacar até R$ 954 de abono do PIS/Pasep de 2016. Quem perder o prazo não poderá mais sacar o dinheiro. Tem direito ao benefício quem trabalhou com carteira assinada por pelo menos 30 dias em 2016, entre outras situações.

Até o fim de maio, em todo o país, 2,22 milhões de trabalhadores não haviam retirado o montante a que tinham direito.

Sexta-feira também é o último dia da primeira fase de outro saque, o da liberação extraordinária do fundo PIS/Pasep, para quem tem entre 57 e 59 anos e trabalhou entre 1971 e 3 de outubro de 1988 como contratado em empresa privada ou no serviço público. Mas, nesse caso será apenas uma suspensão temporária. No sábado (30), o saque será interrompido e voltará no dia 8 de agosto. Durante julho, ocorrerá o reajuste anual do PIS. A estimativa do governo é que o saldo seja reajustado entre 8% e 10%.

Abono 2016

O abono salarial 2017/2018 (ano-base 2016) começou a ser pago em 27 de julho do ano passado. Desde então, 22,2 milhões pessoas retirararam o dinheiro em todo o Brasil, de acordo com a última atualização feita pelo Ministério do Trabalho. Os valores já sacados atingiram R$ 16,4 bilhões. Mas ainda há R$ 1,6 bilhão à disposição dos trabalhadores.

Para ter direito ao abono salarial é necessário ter trabalhado formalmente (com registro em carteira de trabaho) por, pelo menos, um mês em 2016, recebendo uma remuneração média de até dois salários mínimos.

Além disso, o trabalhador deve estar inscrito no PIS/Pasep há, no mínimo, cinco anos, tendo seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

De acordo com o chefe da Divisão do Abono Salarial do Ministério do Trabalho, Márcio Ubiratan Brito, a quantia que cada trabalhador tem a receber é proporcional ao número de meses trabalhados formalmente no ano-base (neste caso 2016). O total varia de R$ 80 a R$ 954.

Para saber se tem direito ao benefício, o trabalhador da iniciativa privada pode acessar www.caixa.gov.br/pis. O servidor público pode ligar para o Banco do Brasil (responsável pelo Pasep) pelo telefone 4004-0001.

Saque extra do PIS/Pasep
Desde 18 de junho está liberado temporariamente o saque das cotas do fundo PIS/Pasep para quem tem 57 anos ou mais e trabalhou entre 1971 e 3 de outubro de 1988. O saque será suspenso no sábado e voltará em agosto (dia 8 para quem tem conta na Caixa ou no Banco do Brasil e dia 14 para os demais). A partir de então, todos que têm dinheiro no fundo poderão sacar, independentemente da idade.

Para quem não tinha dívidas, o melhor é esperar agosro para sacar o dinheiro extra, segundo recomendaram especialistas em finanças. Nesse mês, as contas já vão ter sido reajustadas em até 10%.


COMENTÁRIOS


  • Dinâmica e solução tecnologias9
  • Pax Primavera10