• Câmara Municipal2
  • Dinamica3

Quase uma tonelada de cocaína é incinerada pela Polícia Federal em Corumbá

Além da cocaína, pílulas de ecstasy também foram queimadas


Por Correio do Estado

Cocaína e ecstasy foram apreendidos entre 2017 e 2018 - Foto: Foto: Diário Corumbaense

Polícia Federal (PF) incinerou, nesta terça-feira (26), 894 kg de cocaína e 546 pílulas de ecstasy apreendidos em Corumbá e Ladário entre 2017 e 2018. A queima aconteceu na usina Granha Ligas, na área industrial de Corumbá.

De acordo com o site Diário Corumbaense, a ação contou com cerca de dez policiais e quatro viaturas, duas delas para o transporte da droga, e durou aproximadamente 30 minutos. Além da PF, participaram também os fiscais da Vigilância Sanitária de Corumbá.

A quantidade de cocaína destruída representa um prejuízo para o tráfico de até R$ 13 milhões, se comercializada em território nacional.

Segundo o delegado da PF, Sérgio Luiz Macedo, na maior parte das apreensões, destacam-se os trabalhos de inteligência da instituição. “Existem situações que você apreende uma ‘mula’ com uma certa quantidade de droga e outras situações como a que culminou na 'Operação Bandeirantes', onde foram presas várias pessoas. [...] São várias operações de barreira, mas nós preferimos atuar mais no trabalho de inteligência", explicou.

Entre os entorpecentes destruídos, estão os 126 quilos de cocaína apreendidos no ano passado em um veículo que cruzava o Pantanal. Foi esta ação que acabou dando início à “Operação Bandeirantes” que desarticulou organização criminosa que agia no tráfico de drogas entre a Bolívia e o Brasil.


COMENTÁRIOS


  • Dinâmica e solução tecnologias9
  • Pax Primavera10