• Câmara Municipal2
  • Dinamica3

Terceirização da Sanesul pode sair ainda nesse ano, diz Azambuja

Empresa atua em 68 municípios de Mato Grosso do Sul


Por Correio do Estado

Em evento hoje, governo assinou contrato de investimentos de R$ 190 milhões em saneamento em 16 municípios - Foto: Bruno Henrique/Correio do Estado

Em conversas e tratativas desde 2016, a terceirização da Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul), por meio de uma Parceria Público-Privado (PPP), deve ser finalizada até o fim desse ano, conforme disse o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), durante evento hoje (20).

“Nós estamos praticamente finalizando uma PPP, que vai ampliar ainda mais. Nós vamos universalizar nos 68 municípios. Não dá para estabelecer prazo, mas acho que até o final desse ano nós temos essa PPP concretizada e finalizada já com os investimentos previstos para o próximo ano”, afirmou Azambuja.

A declaração foi feita nesta manhã, durante evento de assinatura de contrato com 16 municípios contemplados pelo programa “Avançar Cidades”, do governo Federal. Ainda conforme o governador, os investimentos concretizados durante as conversas pela PPP não interferem no investimento previsto pela parte privada futuramente.

“Isso depende muito do momento [em que a parceria for finalizada]. Esse investimento aqui estava previsto na PPP, tirou fora. O novo Avançar Cidades, se aprovado, vai tirar fora. Então conforme a Sanesul vai investindo, você vai reduzindo o capital privado que vai ser investido para fazer a universalização, mas ele é bem vindo, porque ele vai ajudar a gente a correr contra o tempo. Eu não tenho dúvida que Mato Grosso do Sul vai ser o primeiro Estado no País a ter a universalização na coleta e tratamento de esgoto nas cidades sob a nossa concessão”, detalhou.

AVANÇAR CIDADES
Durante o evento de assinatura dos investimentos de R$ 190 milhões em 16 municípios do Estado, Azambuja já informou que o governo busca uma segunda etapa do programa para mais cidades. Com essa primeira etapa, conforme o governador, os municípios contemplados darão um salto de 30% para 70% no índice de coleta e tratamento de esgoto. Investimento é feito pelo Ministério das Cidades, com contrapartida do Governo do Estado.

“Nada impede que enquanto você não assume a PPP, investimentos aconteçam. A Sanesul correu na frente. Isso que estamos fazendo com a capacidade da empresa, poderíamos fazer com a PPP. Então a gente ganhou tempo. A gente avançou no tempo e a gente espera que com a PPP a gente possa concluir. Nós temos a segunda etapa também do Avançar Cidades. Levamos lá [para avaliação] mais 32 municípios e que não tenho dúvida que o ministério vai aprovar pela qualidade dos projetos e pela capacidade de endividamento que o Estado e a Sanesul tem. Então é algo que corre junto”, concluiu.


COMENTÁRIOS


  • Pax Primavera10
  • Dinâmica e solução tecnologias9