• Câmara Municipal2
  • Dinamica3

Débitos de INSS de 15 empresas de MS superam R$ 419,9 milhões

Maiores devedoras são usinas sucroalcooleiras, entre outras


Por Correio do Estado

Se a dívida de R$ 101,1 milhões das maiores empresas devedoras de Mato Grosso do Sul em relação ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) já parecia um número expressivo, então imagine multiplicar o valor por quatro e encontrar um novo “calote” milionário. É exatamente o que os dados da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) demonstram: as 15 maiores empresas devedoras de dívida previdenciária em MS somam R$ 419.965.997,57 milhões. No total, são 9.069 empreendimentos do Estado com dívidas ativas cobradas pelo órgão.

Entre os irregulares listados, pelo menos três são usinas, além de um frigorífico, uma siderúrgica, um curtume, empresa de serviços de transporte e segurança, empresas de comércio e varejo, entre outros. Inclusive, a Usina Naviraí e a Energética Brasilândia (que foi incorporada à Companhia Brasileira de Açúcar e Álcool), também apareceram na lista de maiores devedores do FGTS.

Sete companhias estão situadas na Capital e o restante no interior do Estado, em cidades como Sidrolândia, Brasilândia, Naviraí, Aquidauana, Corumbá e Laguna Carapã.



  • Dinâmica e solução tecnologias9
  • Pax Primavera10