• Câmara Municipal2
  • Dinamica3

Enquanto Reinaldo acredita em surpresa, André descarta aliança com PSDB

Ambos se enfrentaram em gincana durante festa da colônia japonesa neste domingo


Por Dourados News

Puccinelli e Reinaldo conversam durante Undokai neste domingo.

Tucanos e emedebistas divergem frontalmente quando o assunto é uma aliança que os una para as eleições de 2018. O ex-governador André Puccinelli reafirmou, neste domingo (6/5), suas intenções de voltar a comandar o Parque dos Poderes. Por sua vez, o atual mandatário, Reinaldo Azambuja (PSDB), ainda acredita na possibilidade de PSDB e MDB caminharem lado a lado.

“Em política, você nunca diz que é impossível. Vamos aguardar o momento das novas acomodações políticas e, talvez, pode ser até que tenha algumas surpresas”, diz Reinaldo, destacando que a consolidação das coligações só sairá definitivamente no mês de agosto. “O PSDB está conversando com todos os partidos”, complementa.

Pelo menos no discurso, se depender de Puccinelli, as chances de seguirem juntos no primeiro turno são nulas.

“A parceria com o PSDB passou do tempo. Isso é sinal de que temos candidato próprio. Aqueles que não acreditam, verão!”, disse o emedebista, ao chegar na festa japonesa Undokai, realizada na sede de campo da Associação Esportiva e Cultural Nipo Brasileira neste domingo.

Ambos participaram da cerimônia de abertura do evento e chegaram a concorrer em uma das 23 gincanas que ocorrem ao longo do dia. Neste primeiro embate, o tucano levou a melhor, enquanto Puccinelli ficou em segundo lugar (como pode ser visto no vídeo ao fim do texto).

No time de Reinaldo, estavam o prefeito Marquinhos Trad (PSD), Nelsinho Trad (PTB) e os secretários estaduais Carlos Alberto Assis (Administração) e Athayde Nery (Cultura).

A falta de jeito levou quase todos a cometer irregularidades na partida. Teve até mão na bola do ex-governador.



  • Dinâmica e solução tecnologias9
  • Pax Primavera10