• Câmara Municipal2
  • Dinamica3

Na fronteira: gerente de ‘Minotauro’ envolvido em morte de Wescley é preso

Policial foi executado em março


Por Midiamax

Foi preso na última quinta-feira (5), em Ponta Porã, a 346 quilômetros de Campo Grande, Roderlei Alexandre Bernardino, gerente de ‘Minotauro’, mandante da execução do policial civil Wescley Vasconcelos, que foi assassinado em março deste ano.

Roderlei tinha um mandado de prisão contra ele pedido pelo MPE (Ministério Público Estadual), já que ele teria envolvimento na execução do policial, que foi morto com mais de 30 tiros de fuzil, no dia 6 de março a mando de Sérgio de Arruda Quintiliano, conhecido como ‘Minotauro’.

No dia 26 de março, firam presos Edson de Lima de 53 anos e sua esposa Antônia Aguiar Moreira Neta, de 29 anos, pelo envolvimento no assassinato de Wescley. O pistoleiro foi preso quando chegava a creche para buscar a filha.

Já Antônia foi presa em sua residência, em Pedro Juan Caballero. Na casa foram apreendidas uma pistola 9mm, e quatro carregadores, além de um caminhão e cinco celulares.

Ainda de acordo com o site Porã News, em um lava-jato de ‘Minotauro’ foram encontrados bidões de hidróxido de potássio, que é usado na preparação de pasta base de cocaína.

 

‘Minotauro’

Sérgio de Arruda Quintiliano que também tem uma identidade paraguaia no nome de Celso Matos Espíndola também seria suspeito de envolvimento na execução de Jorge Rafaat Toumani, em junho de 2016. ‘Minotauro’ teria pretensões de assumir o comando do tráfico na fronteira.


COMENTÁRIOS


  • Dinâmica e solução tecnologias9
  • Pax Primavera10