• Câmara Municipal2
  • Dinamica3

Com empate, Corinthians recebe taça de Campeão Brasileiro

Vitórias de Vasco e Chapecoense e derrota do Flamengo acirram disputa pela Libertadores



O Corinthians enfim levantou neste domingo a taça de Campeão Brasileiro conquistada há duas rodadas atrás. Com o Itaquerão mais uma vez lotado, o Timão ficou no empate em 2 a 2 com o Atlético-MG, mas o resultado pouco importou, já que a torcida estava mesmo esperando a festa para comemorar o sétimo título do clube na competição. Com a conquista, o clube se isola na terceira posição em número de conquistas, atrás apenas do Palmeiras, com nove e o Santos, com oito.



A rodada marcou ainda o rebaixamento da Ponte Preta, derrotada em casa pelo Vitória-BA em partida que foi suspensa no final por falta de segurança. A briga contra a queda envolve ainda, além do próprio time baiano, Coritiba, Avaí-SC e Sport-PE.



Na Arena Corinthians, com mais de 46 mil torcedores, o jogo foi movimentado e cheio de alternativas, mas quem marcou primeiro foi o Atlético. Aos 28 minutos, Otero cobrou falta com perfeição para fazer 1 a 0. O empate saiu em um lance semelhante, mas sem querer. Aos 35, Jadson cobrou falta na área procurando um companheiro para o cabeceio, mas a bola passou por todo mundo e enganou o goleiro Victor que não conseguiu evitar que ela morresse nas redes.



No segundo tempo, o técnico Fábio Carille colocou Marquinhos Gabriel em campo e a mudança deu resultado. Aos 12 minutos, Marquinhos Gabriel recebeu na direita, cortou para dentro e acertou um lindo chute no ângulo de Victor. Sete minutos mais tarde, Otero cobrou escanteio e Fred cabeceou no canto direito para decretar o empate e o placar final. O campeão Corinthians foi a 72 pontos com o resultado e o Atlético-MG chegou a 51 pontos, caindo para o nono lugar.



Libertadores

Carlos Gregório Jr/CRVG

Vasco Cruzeiro

Paulão comemora o gol da vitória vascaína em BH

Os jogos da rodada definiram o G4 e acirram a briga pelas vagas que restam na pré-Libertadores. No Mineirão, o Vasco venceu o Cruzeiro por 1 a 0, gol do zagueiro Paulão. O time carioca ainda foi beneficiado pela derrota do Flamengo, em casa, para o Santos por 2 a 1. Lucas Paquetá abiu o placar para o Mengão, mas Bruno Henrique e Arthur Gomes marcaram os gols da virada do Peixe. Nesta briga entra agora a Chapecoense-SC, que na Fonte Nova, venceu o Bahia-BA por 1 a 0, gol de Wellington Paulista.



Agora, Flamengo e Vasco tem 53 pontos, O Botafogo, que fecha a rodada nesta segunda contra o Palmeiras, tem 52 pontos, Chape e Atlético-MG, tem 51. Os cinco clubes brigam pelas duas vagas que restam, mas que podem até ser quatro, dependendo dos resultados de Grêmio pela Libertadores e do Flamengo pela Sul-Americana.



Rebaixamento

Na parte de baixo, mais um time teve a queda para a Série B decretada. Em Campinas, a Ponte Preta chegou a abrir 2 a 0 sobre o Vitória, gols de Lucca e Danilo Barcelos, mas permitiu a virada baiana para 3 a 2, gols de André Lima e dois de Tréllez. Com 39 pontos, a Macaca não tem mais possibilidade de escapar da degola. O Vitória, agora com 43, depende apenas do seu resultado para escapar.



O Avaí venceu o Atlético-PR por 1 a 0, gol de Maicon, tem agora 42 pontos e joga a permanência na Série A na última rodada. Fora da zona de rebaixamento, mas correndo risco está o Coritiba, derrotado em casa pelo São Paulo por 2 a 1. O goleiro Wilson, cobrando pênalti, fez 1 a 0 para os paranaenses, mas Éder Militão e gol contra de Matheus Galdezani decretaram a virada tricolor. O Coxa tem e precisa pontuar na última rodada para não correr riscos.

Fonte: Capital News


COMENTÁRIOS


  • Pax Primavera10
  • Dinâmica e solução tecnologias9