• FB22
  • Dinamica108
  • Leo Lanches65



Padre Crispim Guimarães

Padre Crispim Guimarães


Que se lixe o Brasil



Publicado em : 20/05/2016





 É sempre bom observar os fatos e as falas dos agentes públicos ao longo dos anos, acompanhar os políticos e avaliá-los deve ser um exercício de cidadania. Recordo-me dos discursos do PT ainda oposição, como se colocava contra a CPMF, contra as privatizações, neste caso, com os quais sempre concordei. Igualmente, recordo-me do que diziam o DEM e PSDB - fazendo oposição ao PT, contra a mesma CPMF.

 

A Presidente Dilma, afastada, propôs baixar a meta fiscal e para tanto, o PMDB quase rasgou a constituição, e o chefe da tropa de choque era Romero Jucá, hoje ministro do Planejamento, o PSDB, “claro”, opõe-se, porque na situação estava o PT. Depois do impeachment, o governo do Presidente em exercício, Michel Temer, deseja mudar as regras da previdência, aumentar impostos, cortar gastos, e o PT, outrora propositor destas ideias - através do governo afastado, diz que será radicalmente contra tudo.

 

Vejam: As propostas vão e voltam em governos de partidos diferentes, quem está na oposição sempre rejeita o seu antigo projeto, “simplesmente” porque não é seu grupo a propor.

Resumo da obra: “Danem-se os brasileiros”.

 

Tento aqui não emitir juízo de causa sobre o governo atual e nem sobre o anterior, neste momento, embora possa dizer que não votaria em nenhum deles. Mas é engraçado que, se digo que este governo Temer não foi eleito, estou desautorizando o sistema brasileiro, pois quando se vota no presidente os mesmos votos vão também para o vice. Assim, ele foi votado pelo povo! Mas se deve ser também afastado por corrupção, é outro assunto. Que se faça justiça.

 

Voltando à temática: “Danem-se os brasileiros”! O que sobra para o povo é uma falsa ilusão de que existe alguma mudança real, mudam-se os personagens que exercem o poder, mas as estruturas continuam caducas.

 

Quem não se recorda do PMDB que apoiou FHC, mas logo depois da eleição de Lula passou a apoiá-lo, e o Lula que pegou a base de FHC, especialmente o PMDB, dando-lhe o cargo de vice no governo Dilma em duas eleições? A própria Presidente afastada disse a poucos meses atrás que Temer era leal. Acredito que todos se lembram das posições antagônicas de Lula e Collor e como se tornaram amigos com o tempo, com direito a elogios mútuos. É perceptível que vivemos numa jogatina política.

 

 Há uma “prostituição” na política partidária brasileira que nem Freud seria capaz de explicar. Assim, o primo de Antônio Carlos Magalhães, considerado um câncer pelo PT na Bahia, votou pelo não impeachment da Presidente Dilma.

 

No Brasil ainda não há mudança estruturais na política, mas rearranjos de poder. Uma contradição evidencia claramente estes fatos: os homens mais ricos do país estão envolvidos nos maiores escândalos de corrupção, num período de um governo popular. O governo que assumiu (Temer), o fez porque o outro pode ter cometido crime, porém colocou em seu ministério vários investigados pelo Polícia Federal e Ministério Público.

 

Esperamos que daqui para frente, a possibilidade de mudança ocorra através de uma nova mentalidade da população, pois estes políticos estão acostumados a se reagruparem, sabendo que a população tem memória curta, tenho a impressão que para tais pessoas, o povo não passa de massa de manobra, de espectador de “novelas dramáticas”.

A memória é alma de um povo, não esqueçamos que está ocorrendo nesta nação, pois logo poderemos ver os adversários de hoje, beijando-se nas futuras eleições, e aqui nas bases, o povo brigando para defender aqueles que não nos defendem.

 

Pe. Crispim Guimarães

Pároco da Catedral de Dourados

 

 




enquete

Quem será o campeão do Brasileirão 2017?

  • Corinthians - SP
  • Palmeiras - SP
  • Santos - SP
  • Grêmio - RS


PUBLICIDADE
  • Pax Primavera102
  • Dinâmica e solução tecnologias103
PUBLICIDADE PUBLICIDADE